Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Como fazer uma Revolução

Imagem
Material necessário: paciência, disposição, coragem, amor (muuuuuuuuito amor), empatia, confiança, e tudo mais que for necessário para seu desenvolvimento pessoal. Importante ressaltar que é estritamente proibido atacar pessoas de opinião diferente , fazer fofoca , fazer birra , reclamar , ou qualquer coisa que possa prejudicar a si ou a outrem. Sério, fazer uma Revolução de verdade não precisa quebrar nada, a não ser padrões antigos internos. Não precisa se preocupar com o exterior agora - na verdade, o exterior muda conforme o interior muda. Red Rose, por George Hodan O primeiro passo, e principal, é querer mudar, e tomar consciência disso. Questionar suas atitudes, sua vida. Isso não é uma receita de bolo - esse processo pode acontecer de diversas formas e a qualquer momento de sua vida. Pode ser desencadeado por qualquer motivo, e mesmo pela falta dele. As coisas irão se suceder meio que automaticamente - elas virão até você . O esforço a ser feito é manter a intenção e a det

Cuidar de si mesmo

Imagem
Estou há algum tempo tentando escrever sobre como anda a saúde atualmente, mas sempre busquei focar no pouco caso de alguns médicos para algo que eles consideram preguicite - alguns problemas pontuais que não são exatamente doenças, mas causados por stress e fadiga na maior parte das vezes, e, em alguns casos, insatisfação com o emprego e com a própria vida. Mas o assunto não ia pra frente e o post não era publicado, então decidi começar a partir de outra perspectiva - do próprio indivíduo. Cuidar da própria saúde vai muito além da alimentação e dos exercícios físicos, porém esta parte está sendo esquecida por muitos que focam o lado espiritual. São é só parar de comer carne ou outros alimentos de origem animal - aliás, adotar uma dieta vegetariana/vegana tem que ser escolha da pessoa, vinda lá de dentro (o corpo sabe o que é bom pra ele). Eu, por exemplo, não vivo sem carne, ovos, leite, peixes - meu corpo pede pra comer. Vivid Tulips And Grape Hyacinths, por Petr Kratochvil Ou

Você quer que o mundo acabe?

Imagem
Essa pergunta me veio à mente enquanto eu assistia ao desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro. O samba-enredo era o que você faria se faltasse um dia para o mundo acabar? , e fiquei pensando no quanto as pessoas comentam sobre isso hoje em dia. Comentam das desgraças, dos problemas, e ignoram sistematicamente qualquer coisa boa que venha a acontecer. Desde o começo da década, falar sobre o assunto tornou-se comum, corriqueiro, e rendeu até uma série na tv fechada sobre pessoas que se preparam para tal. É como se as pessoas quisessem mesmo que o mundo se acabe, de qualquer forma. É uma forma de se fugir dos problemas e até de si mesmo. Um grande ponto final na História - o grande foda-se . Só que até o mundo acabar, os problemas estarão aqui, as dificuldades serão as mesmas (e até piores), e teremos que continuar vivendo nossas vidinhas - o que não significa que ela não pode mudar. Outra coisa que ficou evidente é como as pessoas aproveitariam esse "último dia": lar

Libertar-se do Passado

Imagem
Pelican Taking Flight, por Linnaea Mallette Essa foi uma das lições mais duras que eu tive que aprender na minha vida. Creio eu que não a aprendi de todo, mas o suficiente para poder compartilhar a experiência. O que mais me interroga é justamente eu estudar História: eu estudo o Passado, eu me apego a ele como forma de entender o Presente (apesar das controvérsias). Só que devemos nos libertar do Passado para criar uma nova realidade, um novo Presente e um novo Futuro. Não adianta ficar remoendo, relembrar das coisas ruins. É engraçado que vemos isso constantemente em História: a gente dá preferência aos eventos negativos, às guerras, às catástrofes, às ditaduras. Claro que elas têm papel importante na História, mas não foi só isso que nos trouxe até aqui. Houve tanta coisa boa, você lembra? Difícil né, geralmente é considerado inútil, sem importância e acabamos esquecendo. Aliás, o pulo do gato é justamente esse: dar preferência às coisas boas, não ficar remoendo as ruins. Fica

Rótulos

De uns tempos para cá, as pessoas vêm sendo rotuladas de diversas formas, como se fossem aqueles potinhos que guardamos dentro do armário. Qualquer comentário ou atitude logo é definida como algo tal, e as reações se dão àquela definição, não ao fato em si. Basicamente isso foi definido como rotulação, que é condenado pelas pessoas, porém praticado pelas mesmas corriqueiramente. Pessoas tornam-se definições, porém as definições não abrangem a totalidade das pessoas. Todos temos direito a ter nossas opiniões, independente quais sejam. Não podemos criticar alguém por ter determinada opinião. Por mais absurda que seja, é apenas uma opinião (o que a pessoa faz a partir desta opinião é outra coisa, pois isso que pode realmente fazer danos à sociedade). Percebo que as pessoas fazem estardalhaços porque alguém disse algo que não as agrada - muitos problemas seriam evitados apenas ignorando o "ofensor". Rotular algo ou alguém é fazer um julgamento precipitado que sempre cai no e

O caminho é relativamente simples

Imagem
A vida é um caminho simples. Difícil, mas simples. Ele está lá - não é bom ou ruim, isso depende de quem caminha. Somos levados a pensar que para viver é necessário ter/ser um monte de coisas, quando viver é apenas dar um passo após o outro. Só que dar um passo após o outro pode ser a coisa mais complicada a se fazer. Mas o caminho continua lá - não é necessário ter pressa para chegar lá. Caminhar não precisa ser um processo doloroso - nós que escolhemos sentir dor ou não, pois sofrimento sempre haverá, é parte de nosso crescimento. O caminho pode ser doloroso porque a estrada é de terra e estamos descalços, ou porque está sol ou chovendo forte. Muitos usam guarda-chuva, mas não é a melhor solução: você perde campo de visão e pode perder a beleza do lugar (essa lição é meio que literal). Muitas vezes nos negamos a dar o próximo passo, ou queremos mudar de caminho. Tem horas que não precisamos mudar o caminho - ele muda por conta própria, conforme nossas escolhas. Mudar de caminho t