terça-feira, 17 de março de 2015

Gokai - Não se Preocupe

Lembra da catastrófica frase de Marta Suplicy a respeito da crise dos aeroportos? O que mais ofendeu as pessoas foi o uso de um termo de conotação sexual de forma pública do que a postura da então ministra perante um problema de ordem nacional. Esse não é o ponto, e agora que se passaram alguns anos, dá pra ver que existe um fundo de sentido na frase. Relaxe, não se preocupe, não adianta se desesperar.

E não adianta mesmo. Desesperados não conseguimos fazer nada direito, nem pensar, nem tomar alguma atitude, nem evitar uma atitude. Preocupados somos potencialmente catastróficos. O ideal é não fazer nada até retomar o autocontrole. E trabalhar todos os dias para mantê-lo. Não se preocupar é uma das formas, assim como não se zangar. As coisas acontecem como devem acontecer - e se quer que algo aconteça para você, trabalhe para isso.

Se preocupar é gastar energia com algo que não existe. É sofrer por antecipação, é atrair o que se teme. Chega até a ser uma armadilha: aparentemente, preocupar-se com os problemas é uma forma de trabalhá-los com prudência. Só que não é necessário preocupação - só de estar tranquilo e seguro consigo mesmo fica mais fácil de planejar qualquer problema.

Tem horas nas quais a desgraça vai acontecer na sua frente, vai lhe causar danos, e você não poderá fazer absolutamente nada. Por que entrar em pânico ou se zangar? Sempre haverá algo a ser feito - mesmo que não seja nada - e a hora certa para agir - mesmo que demore naquele momento. Não se preocupe, tenha fé que é o melhor que poderia acontecer para o momento, seja grato pela experiência e pelo aprendizado.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.