Gokai - Os Cinco Princípios do Reiki

Os Cinco Princípios são parte fundamental da técnica Reiki, ensinados por Mikao Usui junto com suas técnicas. Estas foram deixadas de lado ao longo das décadas, principalmente pela linhagem de Hawayo Takata e Diane Stein, mas isso é assunto para outro post.

Desenvolver o corpo energético para melhor aplicação de Reiki não requer só a prática da técnica em si, mas o desenvolvimento da própria consciência. Em resumo, Reiki está mais para um conjunto de técnicas de evolução de consciência do que uma prática terapêutica como florais e acupuntura.

Por tradição, os Cinco Princípios deverão ser recitados ao manhã e ao anoitecer, sentado em seiza (em cima das pernas) e com as mãos em gassho (em prece com os polegares encostados no peito). São princípios a serem vividos ao longo do dia e cultivados durante a noite.

Também há a meditação sobre os gyosei, poemas compostos pelo Imperador Meiji de reflexão espiritual. Para quem não sabe, o imperador no Japão tem também a função de guiar espiritualmente seu povo. Como as técnicas tradicionais do mestre Usui, foram deixadas de lado ao longo do tempo, mas podem ser encontradas em bons livros de Reiki.

Como disse anteriormente, os Cinco Princípios são para ser vividos. Não adianta recitar bonitinho em casa se na rua são esquecidos. Também não há espaço para especulações: o Gokai não são regras de conduta. Conforme o reikiano desenvolve seu nível de consciência, o Gokai vira algo natural, parte da vida.

Estes são os Cinco Princípios do Reiki - o método secreto de convite à Felicidade, remédio natural para todas as doenças (nas palavras do próprio Mikao Usui):

Só por hoje:
Sou calmo
Confio
Sou grato
Trabalho honestamente
Sou bondoso

Pessoalmente, prefiro a tradução feita pela Associação Portuguesa de Reiki por serem afirmações simples. Em outras traduções, "sou calmo" é traduzido por "não se zangue"; "confio" por "não se preocupe" etc, sendo mais fácil para carregar consigo pela vida afora.

Comentários