Agradar ou Ser Agradável?


"Agradar" e "ser agradável" são coisas diferentes, apesar de muitos pensarem ser a mesma coisa, o que acaba criando uma grande confusão: para ser agradável, tenta-se agradar a qualquer custo, o que acaba por desagradar a todos. Ninguém irá agradar todo mundo, inimizades surgirão e isso deve ser lidado com serenidade.

Como peças de um quebra-cabeça, as pessoas encaixam-se perfeitamente com algumas, mas com outras nem tanto ou mesmo há pessoas nas quais não lá ligação nenhuma. Nem sempre por maldade, mas por falta de sintonia. Com isso em mente, é possível ser mais natural e até mais educado, já que não há mais a obrigação de agradar o outro.

No final, as pessoas acabam ficando com raiva mesmo dos "puxadores de saco", ou os usando de forma escusa. Não bajular também evita ser comprado ou corrompido por pessoas de má-fé, pois não cria elos de dependência ou de chantagem.

É fácil lidar com pessoas que possuem afeição para conosco, mesmo não havendo recíproca. E quando não há essa afeição, ou pior, há o famoso ranço? É necessário refletir honestamente sobre para haver uma mudança efetiva de postura e atitude.

Comentários