Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Salvação - além da religião

Imagem
Boa parte das pessoas conhece o conceito cristão de Salvação - no qual a pessoa tem que ter boa conduta nesta vida para estar junto de Deus quando for embora. Poucos sabem que o conceito de Purgatório surgiu na Idade Média - o Inferno seria a casa de purgar , onde as almas seriam purificadas e assim adentrar ao Céu, e que por divergências documentais surgiu um lugar próprio chamado Purgatório. Mas o que quase ninguém sabe é que a Salvação vai além de um conceito cristão, e sobretudo de um conceito religioso, tornando-se um objetivo de vida. Para entender isso, temos que começar com a seguinte premissa: o mundo é injusto aos nossos olhos. Nós tendemos a considerá-lo injusto, e para nós o é. Isso faz com que tentemos mudá-lo do nosso jeito, das mais diversas formas: seja atuação política, seja participação social, seja de outras formas... Existe o sonho de mudar o mundo e fazê-lo melhor - a utopia de uma sociedade ideal. Só que o que é certo para uns não é certo para outros. E aí surg

Procrastinar no serviço: uma reflexão honesta

Imagem
Já tratei sobre o assunto aqui uma vez . Decidi retornar porque, pesquisando na internet, vejo que as pessoas o tratam de forma hipócrita. É algo que existe, busca-se combater como se fosse uma doença; no entanto, duvido que seja algo realmente negativo. É fácil falar que temos que ser os mais produtivos possível, só que e quando não há nada pra fazer , eu vou procurar pelo em ovo para dizer que estou trabalhando? O trabalho não é um fluxo constante, como também não somos. Ora estaremos bem dispostos, e poderá haver serviço ou não; ora estaremos cansados, fatigados, e poderá haver muito serviço ou não. Como agir a cada momento? Silêncio. Até entendo que temos que nos melhorar sempre no ambiente de trabalho, produzir sempre mais, e melhor (de preferência). O problema não está aí: se você jogar no Google, ou mesmo no YouTube, encontrará milhares (pra não dizer milhões) de técnicas de aumentar a produtividade no serviço, sites especializados, e receitas "mágicas" para aumentar

Síndrome de Horácio, ou do Braço Curto

Imagem
Quem não se lembra do dinossauro fofinho da Turma da Mônica, verdinho e pequenininho? Talvez o traço mais marcante que seus grandes olhos eram seus braços curtos, que nada alcançavam. Essa metáfora é usada sobretudo nas artes marciais, quando uma pessoa não golpeia de forma efetiva com medo de atingir o outro. Você está em uma academia justamente para aprender aquela técnica, não precisa ter medo de atingir ou machucar alguém - por isso há a supervisão de um mestre ou professor. Isso pode ser levado para a nossa vida pessoal: se queremos algo, temos que ir atrás, o golpe tem que surtir efeito. Quantas pessoas que se dizem cheias de problemas realmente se esforçam para resolvê-los? É possível perceber a diferença entre quem corre atrás ou quem é braço curto. Temos que ter compaixão por elas? Com certeza, são nossos irmãos que também estão aprendendo a viver. Mas sejamos realistas: as pessoas acabam por se acomodar nos próprios problemas. Dê a ela uma ideia e veja sua reação: para alg