Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Algumas observações sobre Bullying

Imagem
Eu sofri bullying em toda minha idade escolar, sendo necessários tratamentos psicológicos e mesmo complementares para superar os traumas decorrentes. Foi nessa ocasião que descobri o Reiki, os florais, e toda uma gama de terapias alternativas e complementares, que hoje estudo com tanto afinco e paixão. Enfim, na faculdade pensei que estudaria um pouco sobre este fenômeno presente nas escolas desde tempos idos, mas foi aquém da minha expectativa. Além de ter que estudar por conta própria, percebi que não existem políticas e estudos efetivos a respeito aplicados na escola, sendo utilizadas as velhas fórmulas paliativas e ineficazes. Resolvi então listar algumas coisas que considero importantes sobre o bullying como forma de alertar pais, alunos, professores, entre outras pessoas ligadas à educação. Ignorar não funciona A primeira coisa que nos sugerem ao ato de bullying é ignorar. Deixar de lado para o bullie cansar e desistir de importunar. Quase nunca funciona, e o motivo é simple

Consertando heróis e protegendo sonhos

Imagem
Era um assunto que eu iria pontuar há algum tempo aqui, mas acabei deixando as coisas acontecerem antes. Nessa onda de filmes onde super-heróis se enfrentam para demonstrar sua humanidade, ou mesmo na onda de anti-heróis que arrastam grande público, fico imaginando onde a humanidade vai parar. Os super-heróis foram criados para serem exemplos às pessoas, para seguirem seus sonhos, para terem um ideal. Se for viajar um pouco na maionese, essa teoria lembra os santos católicos - mas aí é outra história. O herói transcende o individual em nome de um coletivo - salvar o planeta, o universo, seja lá o que for. Possui ética inabalável e é incorruptível aos seus princípios. Não é uma pessoa perfeita, mas busca superar-se continuamente, além de não se deixar levar pelos problemas. O trabalho em equipe é harmonioso, e mesmo divergências são resolvidas entre si, sem precisar de confrontos externos. Pois é, deveria ser assim. Estamos em uma época de valores distorcidos. Não adianta argumenta