terça-feira, 25 de outubro de 2016

Reiki cronometrado ou Reiki intuitivo?


Por mais que o Reiki seja uma prática sobretudo intuitiva, há ocasiões nas quais o relógio fala mais alto - e não são poucas. É fácil afirmar que o Reiki não deve ser pautado pelos ponteiros do relógio; difícil é trabalhar a prática intuitiva em um atendimento profissional, no qual o tempo urge e a Sapucaí é grande.

A maioria dos cursos de Reiki no Brasil ensinam o trabalho intuitivo apenas na teoria, ensinando na prática o período de tempo por posição: de três a cinco minutos dependendo do nível que possui. Não é difícil achar por aí profissionais que atendem ao som de músicas relaxantes com um sininho indicando a mudança de posição, e há aplicativos de celular com a mesma finalidade.

Seguir a intuição em uma aplicação de Reiki demanda tempo. O Byosen indica as áreas que necessitam de maior atenção, e permanecer nelas (até meia hora, dependendo do caso) cansa. Sim, o reikiano cansa durante a aplicação, como um fio elétrico que se desgasta conforme a energia vai passando. O Reiki agir no reikiano durante a aplicação não significa que ele vai "sair inteiro".

Talvez a questão seja de não transformar o Reiki em algo mecânico, como a acupuntura tornou-se de uns tempos para cá. O trabalho com energia vai além do predefinido. Eu mesma sirvo de exemplo: por muitos anos tive depressão, e a mesma começou a me afetar o estômago e intestinos. Não adianta agulhar a barriga se a causa da depressão não era tratada em conjunto. Quando passei a trabalhar a solidão e a aceitação (junto com uma alimentação saudável), minha digestão começou a funcionar normalmente.

O problema está em aliar teoria à prática. Na teoria, tudo é perfeito e bonito, na prática, deve-se lidar com o imprevisível. Em uma hora tem que apresentar o Reiki, aplicar na pessoa e ouvi-la acerca de suas impressões. Cronometrar as posições reduz drasticamente o risco de ficar para mais. Intuitivamente a pessoa receberá energia onde e o quanto precisa. Fazer um esquema de aplicação (aqui eu aplico mais, ali eu aplico menos) é de grande valia. Quem está começando pode treinar em um parente ou amigo. Quem é profissional deve trabalhar sua experiência para tornar o tratamento mais completo e eficiente.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.