Postagens

Mostrando postagens de novembro, 2016

A interferência no livre-arbítrio

Imagem
Regra geral, para aplicar Reiki é necessária a autorização de quem irá receber. De preferência após uma breve explicação sobre o método, para que a pessoa entenda o que irá acontecer e possa tirar todas as suas dúvidas. E quando simplesmente não dá para perguntar, e lá no fundo do coração algo diz que o Reiki é necessário? Conforme se avança na prática, a intuição passa a afinar-se de forma tal que chega a ser possível definir o que cada pessoa precisa em relação ao Reiki: seja uma aplicação, uma cirurgia energética, ou mesmo a iniciação. Alguns falam que é melhor algum Reiki do que nenhum Reiki . Entretanto, se a pessoa que precisa da energia é justamente alguém que não quer recebê-la de forma alguma? Tentar conversar, explicar, pode criar mais barreiras e agravar a situação da pessoa. Aprendi que quando se envia Reiki a uma pessoa que não o deseja, a energia não surte efeito e aterra - e pude comprovar isso. Esqueça a questão do "Eu Superior": você não irá trocar uma id

Mãos de Luz

Imagem
Este é um livro de referência para todo reikiano, mesmo seu assunto não sendo Reiki. Lembre-se que o Método Usui de Cura Natural é apenas uma da miríade de técnicas através de imposição de mãos no trato energético. Há muito o que aprender com outras técnicas, o que incrementa a prática do Reiki e torna a aplicação mais eficiente. Antes de aprender com a obra, entretanto, deve-se aprender a lidar com ela para assim aproveitar todo o seu potencial. Nessas horas, é comum haver confusão, mistura-se uma coisa com a outra, o que pode gerar interpretações errôneas a respeito. Eu acabo insistindo em dizer que Mãos de Luz não fala sobre Reiki pelo motivo de alguns reikianos utilizarem algumas informações deste livro sem dar as devidas explicações. Utilizam sobretudo as ilustrações, como se o Reiki fosse aquilo. Concordo que as ilustrações são maravilhosas e retratam bem os campos energéticos. Contudo elas se baseiam na experiência pessoal da autora Barbara Ann Brennan, que não é reikiana (e n

Crítica profissional e crítica pessoal

Imagem
Há pessoas maravilhosas que são péssimas profissionais - pelo menos na minha opinião - e vice-versa. São coisas separadas que se entrelaçam e interagem entre si. O problema é quando se critica a atitude profissional de alguém e isso é tomado como algo pessoal, gerando uma grande confusão. E o contrário também! Se por um lado é quase impossível desassociar o pessoal do profissional, por outro lado essa separação deve ser feita, pois se corre o risco de um "engolir" o outro. Vejo que a maioria dos profissionais reikianos não possuem uma postura profissional justamente por misturar o pessoal com o profissional. Isso vale para outras profissões também. Como o terapeuta Reiki trabalha com o bem-estar de seus atendidos, o desenvolvimento pessoal é deveras importante. Muitos reikianos caem na vaidade: põem seus nomes acima da técnica e usam o título de mestre com uma ostentação frívola. Ser mestre de Reiki é diferente de um mestre acadêmico, e está bem próximo de um mestre de art

Sobre almas-gêmeas e sua evolução

Imagem
Passei os últimos três anos estudando sobre o assunto. Não há muitas fontes nem trabalhos de pesquisa. É algo meio solto e aberto, envolvo de fantasias e ilusões. Por um lado, boa parte da "ficção" a respeito é real, no entanto, cabe uma reflexão mais profunda, e de preferência, menos hipócrita. Confesso que me preocupo com o que escrevo aqui, pois infelizmente há pessoas que se ofendem com qualquer coisa, ou às vezes nem isso, para ganhar uma indenização ou sentir-se superior. As almas-gêmeas, descrita como seres "feitos um para o outro", não existem. Não existe um único ser que irá completar outro, existem vários. E existe aquela alma especial, que pode ser chamada de alma final, na qual o ser ficará definitivamente com ela, chegando ao extremo de se fundir com o outro ser. Enquanto isso, o ser conhecerá outras almas, que podem ser chamadas de almas afins, com as quais terá o processo de crescimento e evolução. O que não significa que existe uma alma final: est