terça-feira, 3 de janeiro de 2017

A necessidade do efeito hollywoodiano


Em minhas pesquisas sobre Reiki e energia, percebo o cuidado quase idólatra de determinados materiais: escreva no caderno com lápis por causa do grafite, não se vista de preto, use tecidos naturais, use sal grosso, acenda velas e incensos... Por aí vai. Argumentam que esses materiais podem afetar a energia do ambiente e das pessoas. De fato podem, mas não pelo material per si, e sim pela influência que a pessoa ou as pessoas põem nele. Reiki é pode ser usado para limpeza dos campos energéticos, por que não pode ser usada para limpar ambientes, por exemplo?

A matéria em si, a energia em si, não possui influência nenhuma. Quando se pede para retirar relógios e desligar celulares em uma sessão, é muito mais para que esses objetos não atrapalhem do que uma "interferência energética". O que gera a influência é a própria capacidade humana de influenciar. Um banho normal, com água e sabão, limpa excessos de energia da mesma forma que um banho de água e sal grosso. Limpar o ambiente de trabalho fisicamente já remove qualquer energia indesejável do lugar.

É que é legal falar que precisamos disso e daquilo, que não é possível fazer sozinho, e expor suas ferramentas de trabalho. Entra então o fator exposição - a ostentação de bens materiais. No fundo, uma compensação daquela imagem de desapego, de que se deve negar a matéria, etc e tal. O desapego estaria em justamente abdicar-se da matéria desnecessária para abrir espaço para a própria energia. Aqueles efeitos fantásticos, que aparecem nos filmes, são reais quando se realmente abre-se a percepção, não pelo uso de cristais.

Preparar um ambiente, seja para Reiki, seja para qualquer outra profissão, requer produtos de limpeza física: a famosa água e sabão. Os cristais deixam o ambiente mais bonito, mas você não é obrigado a tê-los para canalizar energia. Vestir-se de preto é mais uma questão de gosto do que de vibração: há pessoas que ficam melhores com determinadas cores do que outras. Sobretudo: tudo vem da natureza, da folha de papel aos derivados de petróleo. Tudo é natureza, tudo está interligado por conta própria.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.