terça-feira, 28 de março de 2017

Músicas para Reiki e um pouco mais


Indo na levada do post sobre o Reiki cronometrado, gostaria de refletir um pouco sobre o uso de músicas durante a aplicação de Reiki e mesmo sobre as próprias músicas. Eu adoro música, dos diferentes estilos, e acho que o estilo "padrão" de músicas usado é de certa forma limitante e poderia de certa forma ser inovado para tocar mais profundamente quem irá receber a energia.

Esse padrão musical limita-se a músicas instrumentais estilo New Age, algumas associadas a propriedades terapêuticas. Só procurar no YouTube que encontrará uma gama de músicas com ondas e frequências para as diversas atividades, e mesmo alguns reikianos recomendam algumas delas para tratamento e iniciações. Fora que dentro deste espectro maior, há músicas feitas exclusivamente para o Reiki, sobretudo com as marcações temporais. Por um bom tempo dependi destas, pois chega uma hora em que a mente viaja e é necessária uma boa dose de objetividade, sobretudo ao tratar alguém.

Como disse antes: eu gosto de música. A maioria destas, por facilitarem o relaxamento, acabam por relaxar o reikiano, e isso pode não ser muito bom, já que ele precisa de total atenção ao que está fazendo. Uma música mais animada pode acabar impedindo o receptor (o termo paciente é um tabu - só pode ser usado por "profissionais de saúde") de relaxar ou mesmo acordá-lo subitamente. O ideal mesmo para seria o silêncio, pois todos os sentidos seriam voltados ao que está ocorrendo naquele momento, naquele lugar.

Fugindo um pouco da aplicação, há também os procedimentos iniciático e o de alinhamento energético. Nestes, o receptor tende a não "desligar", ou seja, uma música mais animada é muito mais bem-vinda. Não digo para apelar para o heavy metal, sobretudo porque as letras não são compatíveis com as ideias transmitidas, mas para trocar o disco de vez em sempre. Há artistas muito profundos, com letras maravilhosas, que fogem desse nicho e acabam esquecidos.

Analisar a letra de música deveria ser algo constante, porque mesmo uma música em língua estrangeira acaba por influenciar negativamente uma pessoa que não a entende. Só jogar nesses sites de letras e cifras que possuem até tradução! Ao longo do tempo, mudanças sutis poderão ocorrer só por esta mudança musical. A música é como um alimento: deveria ser olhada a tabela nutricional e sua composição. E assim como a comida, algumas besteiras de vez em quando fazem bem.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.