Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Coitadismo social

Imagem
Abordei este assunto em outros posts de forma indireta e mais suave, afinal, esse fenômeno apenas é reflexo do que vem ocorrendo no interior das pessoas nos últimos anos (décadas? Séculos?). O coitadismo social é fruto do vitimismo exacerbado das pessoas gerando mudanças sociais . Empoderamento, opressão, orgulho (ah, o orgulho!) são alguns dos termos usados hoje em dia por pessoas que são sobretudo vítimas de si mesmas, e acabam por projetar em outrem a causa de sua situação. A gravidade desse fenômeno é percebida quando se sugere a evolução da pessoa: adaptação e aceitação são conceitos rejeitados ferozmente por pessoas vitimistas, já que a tiram do estado de vítima e o peso da responsabilidade se faz sentir. Hoje em dia, ter responsabilidade é um ato de coragem pouco incentivado, valorizado geralmente por pessoas mais experientes de vida - idosas ou não. Mesmo os idosos "de idade" de hoje em dia não possuem mais a maturidade dos anos vividos, tentando apegar-se na tênu

Os 17 níveis de consciência humana, segundo David Hawkins

Imagem
Ainda não terminei de ler Power vs. Force , mas estou com a leitura bem adiantada, o que permite escrever sobre o ponto principal da obra e refletir sobre. Se jogar na internet, encontrará uma tradução (meio zoada) desse trecho do livro, sem comentários ou mesmo reflexões sobre. As pessoas simplesmente copiam-e-colam achando bonitinho e fica por isso mesmo. Resolvi ir além, ler a obra inteira (dei uma pausa para me dedicar ao Reiki), e tomar minhas próprias conclusões. Os níveis de consciência humana foram estruturados como parte de um estudo de 30 anos na área da cinesiologia, explicados com detalhes no livro anteriormente citado. As pessoas oscilam em média 0,4 pontos em sua vida, progredindo ou regredindo, devendo lembrar que quanto mais avançado um nível, mais complicado é um avanço, ou seja: 0,4 no nível do Medo é muito menor que 0,4 no nível da Aceitação. Há a questão também de que a pessoa desloca sua consciência da Vergonha ao Orgulho de forma muito fácil, por serem níveis m

Matrix (1999)

Imagem
Já estava mais do que na hora de falar alguma coisa sobre este filme tão fascinante. Seria uma versão ciberpunk do Mito da Caverna de Platão, mas digo que ele vai além disso. Ele praticamente explica o funcionamento da sociedade - que sempre foi assim, só muda de roupa . Não pude deixar de ver a mesma cena uma pá de vezes, para absorvê-la nos mínimos detalhes. Esse filme ficou meio esquecido, afinal, para alguns ele é apenas o marco dos efeitos visuais no cinema. As pessoas são escravas de uma ilusão. Pode não haver os plugues (ainda) ou mesmo o Agente Smith não andar engravatado o tempo todo (há uns que usam chinelo e bermuda). O real pode não ser o real. Se você perguntar o que é realidade, ou mesmo se questionar, as coisas travam . A realidade está além da coxinha, da mortadela, e mesmo da coxinha de mortadela . E as pessoas são programadas a não questionar a própria realidade. O problema que hoje em dia esse tipo de assunto está muito em voga, e isso não é lá muito bom. Afinal

Como conversar com as pessoas

Imagem
A impressão que se dá é que hoje em dia as pessoas precisam de um método para conversar umas com as outras. Isso sem falar dos métodos "infalíveis" de se vencer discussões que existem hoje em dia. Parece que conversar virou uma briga ao invés de uma troca. Parece que as pessoas fecharam-se em si e só conversam para uma concordar com a outra. Conversas e trocas de conhecimento provocam bugs na programação, permitindo que os interlocutores evoluam e saiam do "padrão", ou seja, troca de conhecimento hoje em dia é algo perigoso. É algo maluco, e mais maluco ainda pensando no seguinte aspecto: as pessoas forçam umas as outras a terem razão, portanto ter razão é negativo; só que a busca pela razão é o que faz a pessoa ser realmente feliz e evoluir. Ter razão é uma coisa, forçar sua razão aos outros é outra completamente diferente. Não ter razão, inclusive, é perigoso: a pessoa pode ficar à mercê de qualquer coisa, e se deixar levar por pessoas que se dizem "evolu

Vaidade, Manipulação e Diferença

Imagem
As pessoas, de forma geral, são vaidosas. Gostam de se sentir melhores do que as outras, e acabam por manipular outrem por se sentir mais "privilegiadas" do que outras. Um dia especial, uma página bem acessada, elogios aleatórios de desconhecidos... Quando a Verdade vem à tona, os vaidosos tendem a se esconder mais e mais fundo na própria vaidade, recusando-se a reconhecer quem realmente são. A vaidade é a distorção da diversidade humana: as pessoas são diferentes . É um erro - e uma ilusão - querer por tudo no mesmo saco. Essa mania de querer equalizar tudo acaba ou por podar ou por nivelar por baixo ou mesmo os dois. Deve haver uma igualdade legislativa - essa sim, importante fator para uma sociedade existir - mas querer tratar cada pessoa como um mero produto de uma linha de produção? É o que ocorre hoje e as pessoas nem sequer percebem . Elas buscam se destacar da massa ilusória justamente por procurar quem realmente são. Ou seja, a manipulação é uma via de mão dup