Postagens

Mostrando postagens de julho, 2017

O Jeitinho Brasileiro e suas consequências

Imagem
De uma forma ou de outra, as pessoas conhecem a tão famigerada Lei de Gérson : "gosto de levar vantagem em tudo, certo?" Alguns levam no sentido da "esperteza saudável" , estar atento às coisas, mas o sentido literal do termo é passar por cima do que for (e de quem for) para levar vantagem em determinadas situações. Se para começar, esperteza não é algo inteligente (o inocente não precisa ser esperto, pois ele está aberto às situações), levar vantagem prejudicando deliberadamente alguém é algo... isso deixo para você refletir. É tão fácil levar vantagem sobre as coisas: tá bem na nossa frente, dá pra aproveitar e ninguém vai perceber . Aquela adrenalina, a sensação de orgulho por fazer algo inteligente ... Se eu fosse enumerar alguns exemplos de jeitinho , primeiro que é difícil de escolher os mais emblemáticos, segundo que são muitos e acabaria por diluir o post. As pessoas têm seus próprios casos de jeitinho e convido você a refletir sobre os que acontecem e

O Caminho de Ida e o Caminho de Volta

Imagem
As pessoas seguem o caminho de ida, que chamam carinhosamente de caminho de volta , buscando um novo mundo dentro de si, longe das atribulações do cotidiano. Um lugar puro e verdadeiro , para se repousar eternamente. Quem finalmente chega lá descobre que vai ter que voltar à superfície, uma hora ou outra, estando o caminho aberto e livre para ir e vir. Alguns se recusam a voltar, isolando-se no próprio mundinho. Outros fazem o caminho de volta, sem olhar pra trás , trazendo ao vulgo sua experiência e aprendizado, enriquecendo a todos. Já chamaram isso de dupla-traição : você trai seu grupo em busca de si mesmo (ida), e você trai a si mesmo para voltar ao grupo (volta). Acho traição um termo pesado, por causa de sua conotação negativa, e a busca interior não o é - pelo menos não deveria ser vista como tal. De certa forma, a pessoa que entra em si o faz questionando o que está em volta dela. É inconsciente e até certo ponto energético. Depois de um tempo, as pessoas começam a te olha

Não tenha pressa em evoluir

Imagem
Por mais que um dos assuntos do blog seja o crescimento pessoal, não tenha pressa em evoluir. A evolução já está em não ter pressa para que as coisas aconteçam - elas irão acontecer. Parece estranho, mas evolução não demanda esforço - pelo menos, não no sentido de forçar a barra . Só de haver a vontade em evoluir - aquela vontade genuína, constante - as coisas já começam a mudar. Querer fazer da evolução um hábito, uma prática, corre o risco de tornar-se uma mera fachada de vaidade. Uma questão que fica é se realmente há mudanças. Parece contraditório - o processo evolutivo é cheio de contradições e vazio de lógica - mas a pessoa muda sem mudar de fato. Ela não deixa de ser ela: apenas desabrocha o verdadeiro ser quem é. Ou seja, uma pessoa evoluída é apenas uma pessoa como ela é - com defeitos, manias, e mesmo mau humor matinal. Engana-se que seres evoluídos são doces de enjoar ou aquele estereótipo do zen de Facebook . A maioria dos evoluídos New Age não passam de meros vaidosos

Hipocrisia e questionamento

Imagem
Vi uma reportagem muito interessante sobre pais que se recusavam a vacinar seus filhos por concluírem que aquilo não era bom para eles, o que poderia ser a causa de epidemias de "doenças controladas" pela vacinação. O que me chamou a atenção, contudo, foi a forma de se afirmar que vacinar era necessário. Não havia exatamente uma explicação, ao contrário das pessoas que recusavam a vacinar-se, mas uma afirmação contundente, de que precisava e ponto, e se havia epidemia, a culpa era deles, ponto final. Eu sou a favor da vacinação. É um cuidado que evita muitos problemas, entretanto é um recurso que deve ser continuamente aprimorado como qualquer coisa. Ficar apenas afirmando que "temos porque temos", sem uma justificativa plausível, abre brecha para questionamentos mais e mais fortes. E assim as coisas mudam abruptamente (para não dizer dolorosamente): quando não se está aberto a críticas, estas tomam as rédeas da mudança, anulando até o que havia de bom no estági