terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Poder ou Força?


Eu tinha pensado em escrever sobre há alguns anos, mas quis estudar um pouco mais a obra antes de postar sobre. Agora que estou na última parte, e meus dedos agitam-se para escrever mais coisas sobre, penso em escrever uma conclusão que eu tive sobre esses dois conceitos que Hawkins usa em sua obra. Tanto o Poder quanto a Força seriam as bases das atitudes e pensamentos da pessoa, conforme seu nível de consciência. Até um determinado ponto evolutivo, ela deixa de usar a Força para usar o Poder que possui dentro de si.

Basicamente, a Força seria o conceito bruto, involuído, do ser humano. Atitudes baseadas na Força tendem a não durar e a serem sobrepostas por atitudes baseadas no Poder. A Força está ligada à faixa de níveis de consciência da Vergonha (20) à Coragem (200). Este seria um nível de consciência "neutro", onde a pessoa começa a abandonar padrões de Força para adotar padrões de Poder, este sim, evoluídos e duradouros - os que fazem a diferença na humanidade (e mesmo no Universo como um todo). A Força seria, então, algo fraco, sendo forte, então, o Poder.

Pessoalmente, creio que houve uma troca de termos: a Força é algo natural, inerente ao ser humano, e mesmo ao Universo. É algo não-forçado, como a não-ação do Taoísmo, e mesmo assim, profundo e transformador (além de duradouro). Já o Poder, este corrompe, é algo artificial, pressionado. É mais fácil associar o Poder com os níveis mais baixos e a Força com os níveis mais elevados - é mais natural. Dá até para fazer uma referência com a Força de Star Wars: quando manipulada sabiamente, faz coisas incríveis; do contrário, torna-se instrumento de dominação.

Refletir sobre o que é Poder e Força é um bom começo para estudar a obra. Você muda a forma com que toma as atitudes, muitas vezes sem mudar as mesmas. Tem uma máxima que as pessoas tendem a não gostar, de tão verdadeira que é: a força gera a compreensão. Não é o Poder, não é a imposição: é a própria natureza do Todo. Apesar de parecer mera discussão terminológica, dentro das próprias observações de Hawkins, uma palavra pode fazer toda a diferença no padrão de um discurso. Pequenas ações elevadas fazem toda a diferença.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.