terça-feira, 20 de março de 2018

O Empirismo não é tão empírico assim


Imagine poder fazer download de todas as informações necessárias em determinado momento. Imagine situações onde algo totalmente novo surge perfeito para resolver. Imagine ter acesso ao que pessoas que se foram pensavam sobre determinado assunto. Imagine ter todas as respostas... Agora saiba que isso é possível, e mais, que isso ocorre o tempo todo sem que as pessoas tenham consciência - pelo menos a maioria delas.

Platão afirmava existir um Mundo das Ideias, lar das formas perfeitas, que tudo surgia lá, e depois de um tempo aparecia aqui, com as imperfeições da matéria. No Espiritismo, de forma geral, o médium é aquele que recebe informações dos espíritos e as transmite, o que não impede de que ocorra o contrário. Quem não se lembra das várias cenas de download da trilogia Matrix? Ou mesmo do inconsciente coletivo do Jung? Mesmo Hawkins fala dessa capacidade de ter acesso ao conhecimento através da consciência.

Veja que ainda não falei sobre o Empirismo, que é a ideia de que todo o conhecimento só pode ser adquirido através dos sentidos e da experiência. A ciência clássica tem por base o empirismo. E o que aquelas coisas surreais citadas anteriormente têm a ver? De que todo o conhecimento vêm de uma consciência universal, compartilhada por todos, mas não manifestada. Conforme a pessoa trabalha a própria percepção, o acesso torna-se mais consciente, complementando o próprio processo de desenvolvimento da consciência, e o que está pode vir pra .

Interessante notar que o conhecimento atual seja formado sobretudo por multimídia, mas sem que a pessoa tenha consciência para formular sua própria visão a respeito. Ao conversar, note quantas citações são feitas, sem que a pessoa possua profundidade sobre o que está falando. Note também o argumento de autoridade: "sou formado nisso, naquilo, tenho experiência de tal coisa", como se o outro não tivesse capacidade de formular as próprias argumentações por não ter uma vida semelhante. Então reflita que os "grandes pensadores" apenas tiveram acesso a um conhecimento que você também pode ter e tomar as próprias conclusões.

Talvez o próprio processo meditativo possa ser uma forma de adquirir consciência e percepção, ao invés de um meio de acalmar a mente, como muitos querem por aí. É a ideia sem noção que você teve poder ser um conhecimento útil para todos, como o título deste post. Através da percepção, o conhecimento é adquirido de uma consciência universal, de coisas simples a coisas consideradas complexas. O estudo continua uma forma válida de chegar lá, mas ficam visíveis as reservas de mercado, tornando o caminho menos confiável - é menos entender e mais sentir.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.