terça-feira, 13 de novembro de 2018

Sobre autoajuda


Sempre insisti aqui que a evolução é um processo individual, sendo praticamente impossível, pelo menos neste planeta, alcançar dimensões coletivas. No máximo o que pode haver no processo evolutivo é uma interação mestre-discípulo - mais do que isso, o ensinamento vira doutrina, corrompendo-se. O processo evolutivo varia com a consciência e experiência individuais, ou seja, o que funciona para um pode gerar o efeito inverso para outro. Outra coisa importante a ser levada em conta é a diferença que criam entre Salvação e Iluminação, como se a primeira não dependesse da segunda. Nesta linha de raciocínio, a Iluminação de consciência poderia ter efeitos nefastos, sobretudo em pessoas imaturas.

O importante no processo evolutivo é o caminho, não o destino - por isso ele é individual. E através do caminho você "salva sua alma", que nada mais é do que superar os problemas mundanos em nome de algo maior. Veja como isso é importante, independente de instituições religiosas inculcando em sua cabeça o que deve ou não ser feito. No máximo ao seguir uma doutrina virtuosa você pode ter uma outra vida melhorzinha, mas você não saiu do lugar no processo evolutivo - isso não é interessante para doutrinadores.

Se você encontrou alguém que você sente te mostrar um caminho, mestre ou guia, preste atenção: ele sempre te deixará livre para agir, nunca te mandará fazer isso ou aquilo. Esse detalhe é o mais importante: um guia sempre sugere, nunca manda. Além de guiar uma pessoa de cada vez, sem criar grupinhos, pelos mesmos motivos que citei anteriormente. Não pense que seguir o caminho evolutivo com alguém é melhor que sozinho: pode ser até pior, pois essa pessoa pode literalmente inverter seu rumo.

Alguns livros de autoajuda são bons, mesmo sem trabalhar o tema diretamente. Creio eu que, assim como outros ramos editoriais, o de autoajuda é pouco valorizado pelo destaque que dão a determinadas obras e não a outras, que fogem do estereótipo receita de bolo e dão outra visão de mundo para a pessoa. E são geralmente estes que mostram que você pode ir além desses livros e de outros tantos. O grande perigo da sociedade não é um grupo político ou social, muito menos um grupo religioso: é a pessoa evoluída, livre das reservas de mercado. A Iluminação, no caso, apenas coroa e conclui um processo, levando a pessoa para outros processos evolutivos.

E sim, existe evolução negativa, mas ela não é fruto de imaturidade. Para atingir determinados níveis de consciência, de forma positiva ou negativa, é necessário que a pessoa cresça e amadureça - infantilidade acaba por encerrar a pessoa em um nível evolutivo limitado. Talvez um "erro" dos livros de autoajuda seja esquecer que a pessoa precisa de maturidade para evoluir. E maturidade é realmente uma coisa que falta hoje em dia.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.