Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2019

Dissonância cognitiva: um comentário sobre

Imagem
Uma das primeiras coisas que vêm à mente quando se fala de lavagem cerebral é alguma ficção , seja um livro, seja um filme, mas uma história na qual as pessoas têm as mentes reprogramadas para agir e pensar dentro de determinado padrão. Mesmo quando eu falo de guerra psicológica , fica um cheiro de ficção no ar, como se só houvesse uma possibilidade remota de tornar-se real. A manipulação de mentes , além de real, é mais fácil do que se imagina. Antes de tudo, uma especificação: a mente é manipulada e trabalhada o tempo todo, das mais variadas formas. No caso deste post, a manipulação mental refere-se às reprogramações feitas com intuitos escusos por parte de terceiros. A dissonância cognitiva é uma das formas mais sutis, e mais comuns, de manipulação mental, feita em larga escala no mundo todo ao longo das décadas. Chega a parecer um roteiro de filme de ficção científica, mas é apenas o dia a dia da realidade. A dissonância cognitiva é um processo no qual é gerada uma tensão

O amor-próprio e as blusinhas

Imagem
Nesses dias, comentaram na internet sobre uma menina que havia escrito o seguinte post: "se as pessoas realmente se amassem e se aceitassem como são, imagine quantas empresas fechariam..." O contexto da situação é de uma menina que claramente não se ama e não se aceita, indo na onda do esquerdismo como forma de compensar suas fraquezas emocionais e mentais. Muitos já comentaram sobre essa questão do comércio e dos fluxos econômicos, afinal, comprar uma blusinha (que ela se refere no post) faz girar a "roda da economia", fazendo com que várias pessoas possam sustentar a si e a suas famílias, direta e indiretamente. Vou focar no ponto do amor-próprio , pois foi algo que passou batido e percebo que muitas pessoas passam por isso sem dar a devida atenção. A ausência de amor-próprio e de autoconfiança está cada vez mais visível e presente nas pessoas, como se desaprendessem a se amar ao longo das gerações. Se antes as pessoas ainda se esforçavam por cuidar de si pa

Modas do futuro

Imagem
Repare na expressão profissão do futuro : sempre há uma profissão que "será tendência" nos próximos anos, fazendo com que as pessoas gastem tempo e dinheiro para tornarem-se os melhores peritos nela e assim serem bem sucedidos na área. O que poucos prestam atenção é que o futuro mal chega a tornar-se presente para já ser um passado obsoleto e pouco produtivo. Obviamente, isso não é só assim com o mercado de trabalho, como também é com as tendências em geral. Vejo isso com as tendências da internet: você tem uma novidade na qual um grupo seleto de pessoas são bem sucedidas, tornando-se famosas e ganhando bastante dinheiro. Quando essa novidade se populariza, torna-se algo sem graça e sem retorno, enquanto desponta uma "nova novidade" na qual outro grupo seleto se destaca. Note que esse grupo seleto é praticamente escolhido para "divulgar" a novidade: mesmo pessoas que começaram antes a seguir a tal tendência são eclipsadas por esse grupo. Se você ain

Crises de vida - a "manutenção periódica" do ser

Imagem
A pessoa possui um impulso inato de sair do sistema, uma espécie de Neo interior. Ao longo da vida, esse impulso a faz questionar o mundo que a rodeia, podendo causar rupturas ou uma fixação definitiva no sistema. Seria um bug da programação que força a pessoa a fazer uma manutenção periódica de sua vida para lidar com sua crise. Essa crise ocorre a cada dez anos aproximadamente, vindo como que em ondas, atingindo o apogeu e amainando em vales. Essas ondas infelizmente são tratadas de forma generalizada, com o intuito de reinserir a pessoa no sistema, e geralmente são conhecidas como crises da adolescência, da meia-idade, entre outras. Claro que essas crises podem ser postergadas ou adiantadas, conforme a situação de vida da pessoa. Uma pessoa mais madura pode antecipar suas crises ou as trabalhar de forma menos dramática. O casamento, ou mesmo o trabalho, podem adiar as tais crises e as acumular a ponto de serem desencadeadas de uma vez. O sistema força a um padrão de vida, ou a

Fable: entre o bem e o mal

Imagem
Taí um jogo em que eu tive muita dificuldade de entender. Apesar de antigo, é possível considerá-lo atemporal : é um jogo que trabalha valores e a responsabilidade sobre as decisões tomadas. Ao contrário da maioria dos jogos, em que você é impelido a tomar determinadas atitudes, em Fable você tem uma gama de opções a seguir, porém você sofrerá as consequências de cada ato que realizar, boas ou más. Este jogo não é para relativistas ou desconstrucionistas: mesmo à época, o jogo recebeu uma má avaliação por seu realismo. Se tomar atitudes más, tornar-se-á um monstro; se tomar atitudes boas, tornar-se-á um herói. E a vida é assim, apesar do que tentam incutir hoje em dia. Fable é um jogo de computador relativamente leve, com seus 2,5GB aproximados, para a quantidade de recursos existente. Tantos recursos e comandos que exigem praticamente o uso de todo o teclado, apesar de que um joystick para ser útil para locomoção. Se bem que com teclados e mouses gamers , a tarefa fica menos penos