Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2019

Como ter um blog - Comentários

Imagem
Comentários são a principal reação ao trabalho do blog. Através deles é possível saber se o trabalho está sendo bem feito ou não. Obviamente é algo mais complexo do que se imagina, e isso será abordado neste post. Ao contrário do YouTube, nenhuma reação dá dinheiro diretamente ao blog - outro motivo para não ficar mendigando engajamento . Claro que uma maior visibilidade aumenta as possibilidades de seu produto ser comprado ou mesmo os anúncios de seu blog serem clicados, mas isso será analisado em outro post. Infelizmente, e ao contrário do YouTube, não dá para saber se a pessoa que está comentando é ela mesma, ou seja, alguém pode se passar por uma pessoa importante apenas para trollar, podendo gerar situações constrangedoras. Fora que boa parte dos comentários hoje em dia não são "enriquecedores" ao blog - não trazem algo que possa ser aproveitado em nenhum aspecto. No entanto, se for possível ler e responder todos os comentários, vale a pena manter o recurso ativado.

O Demolidor (1993)

Imagem
Primeiramente, não confundir com o super-herói que parece o Chapolin Colorado . Este filme policial estrelado pelo Stallone em seus anos áureos mistura ação e ficção científica com um toque de comédia, cujo resultado é uma crítica social a algo que vem se materializando nos dias de hoje, conhecido por politicamente correto . Spartan (o nome do personagem de Stallone) é um policial durão conhecido por detonar tudo para cumprir suas missões. Em uma dessas, cai em uma cilada armada pelo bandido Simon Phoenix e ambos acabam sendo condenados a ficar congelados por décadas. Phoenix foge da prisão e transforma a cidade em um caos. Para resolver esse problema, Spartan é liberado e tem que lidar com uma sociedade totalmente diferente da que conheceu. Até aí, um filme bem normal , sobretudo para a época. No entanto, o filme chama a atenção pela crítica que é feita do futuro, e isso é o que tem feito o longa ganhar destaque nos últimos tempos. Nunca se imaginou que nossa sociedade se tornasse t

Como ter um blog - Direitos Autorais

Imagem
Este assunto é delicado, mas nem tanto como se imagina. O fato é que as pessoas temem ser processadas por qualquer motivo: a ideia de ter que contratar um advogado e comparecer a uma audiência para se defender de algo "pequeno" é suficiente para evitar alçar voos mais altos com o blog e mesmo na internet - sem contar de outros fatos cotidianos. Para mim, a questão dos direitos autorais está mais ligada ao reconhecimento do que à propriedade: se a pessoa publica algo, ela quer que seja visto e utilizado; se não o quisesse, nem o faria. A questão ganha complexidade por conta dos tipos de direitos autorais: há o uso não-comercial, que impede que você use determinadas obras em seu trabalho para ganhar dinheiro. Isso significa que se seu blog for monetizado (você ganha dinheiro através dele), tem que passar longe desse tipo de obra. Pode ser uma imagem, um vídeo ou mesmo uma música. Mesmo os trabalhos de "domínio público" requerem atenção. Leia as condições de licen

Como funciona a calibragem

Imagem
Já comentei sobre a calibragem dos níveis de consciência e mesmo fiz uma crítica em outro post. No entanto, eu não fiz ainda um post explicando como é feita a tal calibragem, para que vocês possam chegar às suas conclusões e mesmo fazer uso do procedimento. Tradicionalmente são necessárias duas pessoas, mas a pessoa pode fazê-lo sozinha, precisando apenas de algo no qual possa fazer tensão: a ideia é poder "fazer força" sem que cause danos ao músculo. O importante é começar os testes perguntando se poderão ser feitos os questionamentos, tendo em vista que pode não ser o momento para tal. Em dupla, uma pessoa fica sentada (chamado de sujeito de teste ) e estende a mão (geralmente a dominante) para frente. A pessoa que está em pé então fala ou mentaliza a pergunta (de sim ou não) e empurra o braço do sujeito de teste para baixo. A força a ser empregada neste caso deve ser moderada, tendo em vista que o braço poderá resistir ou não. Se a resposta for afirmativa, o braço apre