terça-feira, 26 de novembro de 2019

Por que meu blog não emplaca?


Esse é o segundo apêndice da série Como ter um blog, que ensina a fazer um blog, não um blog de sucesso, como alguns gostariam. Talvez a pergunta do título seja uma das mais feitas pelos blogueiros, seja para si mesmos, seja para outras pessoas, amigas ou não. Querer que o blog faça sucesso, seja conhecido, é natural em nossa sociedade: seria o reconhecimento por um trabalho bem feito e aceito pelas pessoas. Um blog pouco lido é visto como um blog de má qualidade, seja ela técnica, seja ela material. Contudo, percebe-se que dos grandes blogs de sucesso, poucos são realmente aproveitáveis.

Faz parte da programação querer fazer sucesso, a falsa impressão de liderar o rebanho, como o porquinho atrapalhado. Rebanho não pastoreia rebanho: sempre há alguém oculto que controla o suposto porquinho - e geralmente não possui boa intenção. Buscar isso não o faz diferenciado, ao contrário do que se pensa. Apesar de não parecer assunto para este post, é bom ter isso em mente enquanto pensa em como fazer o blog ter mais acessos e comentários.

Primeiro, deve-se pensar em por que ter mais acessos: ganhar dinheiro, ser conhecido, sinal de reconhecimento podem ser alguns motivos. No entanto, é possível ganhar dinheiro mesmo com um blog não muito conhecido: deve-se trabalhar no produto e na propaganda, sem promessas ambíguas, como muitos fazem na internet, acabam famosos mas sem dinheiro. Como disse em outro post: a pessoa "investe" em ganhar dinheiro, mas não em um conteúdo de qualidade, e acaba por ficar no prejuízo por não ser "badalado" como esperava.

Ser conhecido não é algo exatamente bom. É ter sua privacidade invadida, sua discrição fragilizada e cada ação sua medida e julgada por mais pessoas que gostaria que fosse. Longe de significar que você influencia um grupo amplo, você é mais influenciado pelas do que imagina, ou mesmo gostaria. Participar de tretas virtuais, além de arranhar sua imagem ao público, pode prejudicar sua vida privada. Fora os problemas judiciais dos mais diversos tipos: a maior parte das pessoas não sabe como é cansativo um processo - além do dinheiro gasto.

O reconhecimento pode vir de outras fontes: um e-mail, um comentário, o prazer de sentar e escrever... Isso vale muito mais que likes, e mesmo que dinheiro. O reconhecimento também está em não se envolver em escândalos, em não responder a um processo por conta de problemas virtuais. Não fazer parte da panelinha do momento lhe garante a liberdade de escrever sem amarras de um grupo. Isso nos leva à pergunta "você escreve para si ou para o público?" Escreva para si, preferencialmente: isso rebate a maioria das críticas infundadas que são feitas.

Quando escreve para si mesmo, você não se deixa levar pelos modismos do momento, podendo direcionar os posts para os assuntos que mais lhe interessarem. Você pode pesquisar as fontes que considera mais adequadas e escrever da forma que considera mais clara. Ao dar preferência aos outros, você fica sujeito ao que é assunto no momento, tendo que direcionar os textos por temas que podem não ser os mais interessantes para você. Fora as fontes a serem pesquisadas. Tudo isso para receber comentários vazios e nenhum retorno financeiro.

2 comentários:

  1. Oiis fofix o/
    (agora vai)
    Uma vez li mim blog que não precisa ter muita frequência pra fazer sucesso (mas também não precisa sumir por meses), ele ainda citava que tinha gente que postava a cada 15 dias. Quando o assunto é realmente bom a pessoa espera xD.
    Tem gente que não faz muita coisa e tem um bom público, realmente vai do conteúdo do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieeeee
      Tipo eu ansiosa por episódios novos de anime no YouTube XD
      Aguardemos :)

      Excluir

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.