terça-feira, 4 de maio de 2021

Como sobreviver em tempos difíceis parte 4

Seria burrice de minha parte esquecer de um ponto tão importante: o humor. Note que quando a situação começa a ficar triste, uma das primeiras coisas a ser "caçada" é o humor. Tudo fica ofensivo: de uma piada a um gracejo. Já falei aqui no blog que o politicamente correto é um veneno disfarçado de coisa boa, pois as pessoas tentam ser respeitosas, mas são criadas cada vez mais exigências para "ser educado".

Não deixe de rir, nunca. Tire graça da situação, sobretudo das mais absurdas. Da música "Ria do Fantasma" de My Little Pony ao feitiço "Riddikulus" da série de livros Harry Potter, rir do que quer se impor sobre nós através do medo é algo temido por aqueles que tentam amedrontar. Por isso distorcem tanto o conceito de humor, transformam em algo militante, imbecil, tiram a graça do negócio.

Perceba o quanto as coisas engraçadas tornaram-se "ofensivas": fobia disso, fobia daquilo, intolerância, discurso de ódio... Apenas sobre determinados assuntos, e de algumas formas apenas, você pode fazer graça - nem de longe isso é humor. Você pode pensar que há certas coisas realmente ofensivas, e não vou discordar.

No entanto, deve-se reaprender a discernir o que é ofensivo do que não é, e do que precisa ser realmente ofensivo... Rir do fantasma é necessário, mas o "fantasma" se ofende. Criaram fantasmas dos quais "devemos rir", mas nos proibiram de rir dos fantasmas reais. Se eu estava procurando há alguns anos o limite da zueira, eu finalmente o achei: quando sai da ofensa necessária e vai para a ofensa gratuita e desnecessária, e isso pede uma reflexão mais acurada.

Estão pintando esta ofensa gratuita como humor se for feita para determinadas pessoas, e considerando isso como o único tipo de humor válido. Pensando no que já foi escrito neste post, há muito mais, e melhores, formas de humor e troça possíveis, disponíveis, e saudáveis. Parar de rir dá uma sensação de endurecimento, como se a pessoa estivesse enferrujada, e quando se volta a dar risada, é como se as coisas voltassem a fluir normalmente.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.