terça-feira, 17 de agosto de 2021

Cruella (2021)

Decidi comentar sobre este filme por conta da onda de obras que tentam justificar a maldade das pessoas, sejam estas reais ou ficcionais. O vilão é pintado como vítima, com um potencial (ou genialidade, termo usado pela protagonista no filme) não reconhecido pelas pessoas em volta, sentindo-se impelida a apelar para atitudes cada vez mais baixas para alcançar seus objetivos.

Uma coisa tem que ficar clara: nada justifica a maldade, absolutamente nada. No filme, dá-se a impressão de que Cruella não teve escolha, mas prestando atenção é possível perceber que sempre houve alternativas para tomar boas atitudes, mas aí vem um detalhe interessante: todos os saltos que Cruella teve na carreira foram quando ela deixou sua maldade falar mais alto - que "belo" exemplo, né?

Repare nos dois amigos que viraram seus capangas: meninos de rua que viviam de pequenos golpes. Aos poucos, a amizade e o companheirismo dão lugar à manipulação e à submissão. Eles se ressentem com isso, mas acabam por aceitar: parece que para eles ter uma família problemática era pior do que não ter família alguma. Fora os ganhos que tiveram ao longo dos anos com golpes cada vez maiores.

A questão da mãe biológica da Cruella talvez seja o argumento mais apelativo para justificar sua maldade. Não sei quem é mais maligna, se mãe ou filha. O filme tenta induzir à conclusão de que a mãe era mais absurda, ao matar sua empregada (e mãe adotiva de Cruella) e tentar matar sua filha. Penso que Cruella foi tão perversa quanto, pois ela não utilizou do homicídio por ver maiores vantagens pessoais em outras alternativas, também de baixo nível.

O ideal é assistir a este filme pensando em 101 Dálmatas, seja em live action ou na versão animada. Pensar que, no final das contas, ela sempre foi uma pessoa amarga e manipuladora. Sua glamorização não a absolve dos crimes que cometeu ao longo da vida. Ela nunca buscou justiça, nem mesmo superação: seu objetivo sempre foi a vingança e a subjugação de seus concorrentes.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.