terça-feira, 24 de agosto de 2021

Refletindo sobre MGTOW

Antes de tudo, vou dar a minha definição sobre o MGTOW, homens que seguem seu próprio caminho na tradução: são homens que desistiram de estabelecer quaisquer relacionamentos com mulheres (seja a nível pessoal ou mesmo social, incluindo nisso amizades e relações de trabalho) devido às mazelas do Feminismo e ao privilégio feminino presente hoje na sociedade.

É necessário deixar claro que o Feminismo desequilibrou as relações entre homens e mulheres, induzindo comportamentos artificiais, contra a natureza das pessoas enquanto animais. De tanto insistirem que as mulheres são oprimidas e desrespeitadas, foram criadas uma infinidade de recursos para privilegiá-las, tornando o homem, considerado o causador de todos os problemas da humanidade, no maior perseguido da atualidade.

Preste atenção às notícias: quando a mulher é vítima, estardalhaço; quando o homem é vítima, silêncio. Em diversas leis é claro o privilégio feminino, onde deveria prevalecer o princípio constitucional de igualdade jurídica entre os sexos, tendo em vista que ambos passam pelas mesmas situações, o que é diferente da pretensa igualdade que se tenta impor nos dias atuais.

Chega a ser complicado de explicar: se são diferentes, as normas deveriam ser diferentes, mas não. Matar é errado, seja praticado por um homem ou por uma mulher, assim como roubar, ofender, perseguir. No entanto, mulheres que cometem estes crimes acabam tendo penas menores, e até sendo absolvidas, sobretudo se a "desculpa" for violência doméstica.

Com isso, entre outros absurdos, alguns homens decidiram afastar-se das mulheres e ignorar sua existência. Sem violência, sem ofensas (pelo menos por enquanto, talvez): apenas seguir o próprio caminho. Comparado com o Feminismo, mesmo o de primeira onda, o MGTOW acaba sendo um movimento bem mais pacífico, embora pouco organizado. E é bom não sê-lo, afinal não é a melhor resposta para a situação, apesar de ser previsível a uma sociedade acovardada.

Hoje em dia, homens sofrem preconceito por serem homens, principalmente aqueles não efeminados. É normal as mulheres tratá-los desrespeitosamente, como pessoas de segunda classe. Caso respondam ou se defendam, são duramente reprimidos, afinal ainda se tem em mente a máxima de que homem não pode agredir nenhuma mulher, sob nenhuma hipótese, mesmo que esta o agrida deliberadamente (ou, inclusive, ponha em risco sua vida).

Como comentei, MGTOW não é a melhor resposta ao Feminismo: é necessário combater o excesso de privilégios que as mulheres possuem hoje em dia e estabelecer um equilíbrio racional e natural. Mulheres sempre puderam seguir seus caminhos, ao contrário do que dizem as feministas, mas na maior parte das vezes optaram por vidas seguras sustentadas por seus maridos, longe dos perigos da natureza e da sociedade.

Se houve uma época na qual os homens eram "donos" de suas esposas e filhas, hoje em dia ocorre o contrário: homens não podem tomar decisões sem anuência de suas esposas; quaisquer bens que adquiram são-lhe retirados para pagar as famosas "pensões alimentícias", mesmo que sejam para dar-lhe o sustento necessário para pagar os valores devidos. Vê-se como algo positivo apenas mulheres em um grupo, mas como algo negativo haver apenas homens.

A questão principal está em estabelecer um equilíbrio natural, o que é diferente de igualdade social, mas ligado à igualdade jurídica. Com a desculpa de promover uma igualdade entre os sexos, o Feminismo destrói cada vez mais a masculinidade, considerando qualquer manifestação como algo "tóxico" a ser banido permanentemente. É necessário, na verdade, banir este tipo de ideia doentia e extremada, permitindo que as pessoas, homens e mulheres, trabalhar em equipe e fazer suas escolhas da melhor forma possível.

2 comentários:

  1. O dia que essas antas lerem um pouco, vão sentir ódio delas mesmas. Afinal burrice não tem classe social! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, guri.
      É um movimento social como qualquer outro, e como tal deve ser respeitado, mesmo que não se concorde.

      Excluir

Deixe seu comentário. Ao clicar em enviar, aparecerá uma caixinha de confirmação.